Queda de cabelo pós-Covid: por que cai e o que fazer?

O que você vai ler neste post

Embora esse fato quase não seja divulgado nos grandes meios de comunicação, uma parcela dos afetados na pandemia sofrem com a chamada queda de cabelo pós-covid, consequência da infecção. Por incrível que pareça, o Coronavírus tem o enfraquecimento capilar como uma sequela, além das que são bem conhecidas do público.

De fato, só quem passou pela queda de cabelo pós-covid descobriu que esse problema está ligado à doença, já que não é detectado de forma fácil. Afinal, uma queda de fios diária é esperada e consiste entre a perda de 60 a 100 fios. O maior incômodo é ver o cabelo nas superfícies, especialmente quando é o momento de pentear.

Recentemente, os cientistas descobriram que uma boa parte das pessoas que contraíram o Covid-19 relataram queda capilar em excesso. Hoje, já existem informações o suficiente que explicam as causas da queda dos fios, desencadeada pelo vírus.

Veja a seguir quais são os agentes causadores da queda de cabelo pós-covid e quanto da população sofre com essa sequela. Conheça também o enfraquecimento do ciclo de vida dos fios e o que pode ser feito para fortalecer os cabelos e tratar a queda!

Agentes causadores da queda de cabelo pós-Covid

A queda de cabelo não é exclusiva da Covid 19, pois é um sintoma comum de doenças virais ou bacterianas, as quais geram processos inflamatórios no corpo. Por exemplo, muitos pacientes que tiveram dengue também sofreram com queda capilar.

No caso da queda de cabelo pós-covid, o fenômeno é causado devido a uma reunião de fatores. Por isso, os pesquisadores da área ainda não conseguem apontar uma causa específica.

Em primeiro lugar, pacientes que sofrem de Coronavírus passam por um processo inflamatório intenso, que se espalha por todo o organismo. A inflamação piora porque os vírus atacam o sistema autoimune do corpo e pode gerar doenças imunológicas. Da mesma forma, processos de infecção também podem ser desencadeados nesse mesmo período.

Como se todos os problemas que a Covid causa não bastassem, é muito comum que o paciente sofra com estresse por conta de todos os sintomas. No primeiro ano da pandemia, quando não havia vacina, a tensão era ainda maior, pois havia o medo de sintomas piores e até da morte. O acúmulo inflamatório, infeccioso e estresse mental contribuem para uma intensa queda de cabelo.

Quanto da população teve queda de cabelo pós-Covid?

Das pessoas diagnosticadas com o Coronavírus, cerca de 25% sofreram com a queda de cabelo pós-covid. Isso significa que uma a cada quatro pessoas terão queda capilar causada pelo Coronavírus.

Vale ressaltar que os sintomas relativos à queda de cabelo pós-covid não costumam aparecer no primeiro momento da contração do vírus, quando os sintomas clássicos surgem. A a queda capilar é detectada em até três meses após a doença.

Enfraquecimento do ciclo de vida dos fios

A queda de cabelo é natural de todo ser humano, pois cada fio passa por um ciclo de vida, onde nasce, cresce e finalmente “morre” ao cair.

Esse ciclo dura cerca de cinco anos. Mas é importante apontar para os três meses que antecedem a queda do fio, e correspondem à fase final do processo. Nesse período, nasce um novo fio de cabelo para substituir o que terminou o seu ciclo.

Na queda de cabelo pós-covid, o que acontece é uma interrupção do ciclo, o que gera um desequilíbrio entre os cabelos que nascem e os que caem. Isso ocorre porque todo o corpo está investido em combater o mal que o aflige, no caso o Coronavírus. Em casos assim, a energia do organismo se foca em proteger os sistemas mais frágeis e em fortalecer o corpo o mais rápido possível.

A consequência disso é uma “falta” em relação ao ciclo de vida dos fios, pois o organismo não o trata como prioridade nos períodos em que é preciso combater uma doença invasora, tal qual um vírus.

Eflúvio telógeno

Embora a queda capilar seja causada por diversas situações ou doenças, a que ocorre especificamente pelo Coronavírus foi chamada pelos dermatologistas e tricologistas de eflúvio telógeno. Além de todos os sintomas citados que levam à queda capilar, a febre também atua no enfraquecimento dos fios.

Boa alimentação no tratamento da saúde do cabelo

Obviamente, a alimentação exerce influência na queda capilar, independente de qual seja a causa. É preciso lembrar que 80% da constituição capilar é feita de queratina, que é uma proteína.

Muitas pessoas que convivem com a queda capilar investem em shampoos e cremes, mas a resposta pode estar na falta de ingestão de proteína adequada. É preciso consumir carne, ovos, leite e derivados, feijão, grãos e cereais.

Outro nutriente que auxilia na força e crescimento dos fios é o Zinco, que pode ser encontrado na gema de ovo e nas oleaginosas, como o amendoim e as castanhas.

Como tratar a queda de cabelo pós-Covid com resultados rápidos?

Por óbvio que a boa alimentação é indispensável, mas para quem sofre de queda de cabelo pós-covid, uma medida mais urgente deve ser tomada. Afinal, o cabelo é muito importante, especialmente para mulheres. Já não basta sofrer com todos os problemas causados pelo vírus, o estresse relacionado à baixa auto-estima não deveria ser um deles.

Para tratar rapidamente os cabelos e combater a queda, a Fórmula do Gaya Hair é o produto ideal, que garante o fortalecimento do cabelo em no máximo 60 dias. De fato, as melhorias ocorrem antes do fim desse período em muitos casos.

Conheça a seguir cada elemento das cápsulas da Fórmula Gaya Hair e veja por que são ideais para tratar a queda de cabelo pós-covid.

Silício Inteligente

Como já foi mostrado, quase toda a constituição do cabelo é feita de proteína. O Silício Inteligente atua para que as proteínas principais sejam produzidas, de forma que o cabelo seja tratado desde a raiz, isto é, desde o seu nascimento.

Por mais que os tratamentos com produtos cosméticos gerem algum efeito, a mudança real só ocorre quando o nascimento dos fios é fortalecido. É isso o que o Silício Inteligente promove.

3 proteínas da beleza

E quais são as proteínas responsáveis pela força e brilho dos cabelos? Além da mencionada Queratina, entram nesse grupo a Elastina e o Colágeno. Essas proteínas fazem com que cabelo nasça, isto é, elas equilibram o ciclo de vida dos fios, que foi prejudicado em virtude da Covid 19. Com isso, os fios voltam a crescer, com muita força e velocidade.

Biotina

Além das proteínas, indispensáveis para restaurar o crescimento do cabelo, a Fórmula Gaya Hair ainda conta com dois elementos que reforçam o processo. Um deles é a Biotina, que previne a queda capilar.

Ácido pantotênico

O último componente da fórmula é o Ácido Pantotênico, mais conhecido como vitamina B5. Esse ácido é essencial para a manutenção de cabelos e unhas.

No caso dos fios de cabelo, a vitamina B5 atua na recuperação total da fibra capilar, o que torna o cabelo macio e hidratado, excelente para neutralizar as consequências dos tratamentos químicos.

Ainda que a Covid 19 esteja controlada através das vacinas, as sequelas ficaram na vida de muitas pessoas, e isso inclui a queda capilar. Felizmente, existe um produto ideal, de fácil uso, e que pode ser utilizado a fim de acabar com os problemas nos cabelos e contribuir na restauração da força dos fios e da beleza feminina.

>> CONHEÇA O GAYA HAIR AQUI <<<

NutriLife Caps
NutriLife Caps

Alcance o ápice da sua saúde através de nossos
SuperAlimentos Premiums

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.