6 Falsos Alimentos Que Você Não Deveria Comprar no Supermercado

O que você vai ler neste post

Você tem pelo menos metade dessas coisas em sua cozinha agora.

E se a comida que você consome não for exatamente o que você pensa? 

A verdade é que você pode estar comendo algo completamente diferente do que você acredita ser.

Por mais estranho que isso possa soar, a realidade é que seu dinheiro precisa ser valorizado e, neste exato momento, você pode estar gastando com algo que pensa ser saudável, quando se trata apenas de uma fraude alimentar

Talvez você ainda não saiba, mas muitas iguarias na prateleira dos supermercados não são o que prometem… 

A grande culpa dessas fraudes recai sobre o marketing milionário que algumas empresas gastam pra fazer com que você acredite que determinado alimento é realmente o que diz ser…

Fraude alimentar é mais comum do que você imagina e pode estar mais perto do que você supõe.

CONHEÇA OS TIPOS DE FRAUDE ALIMENTAR

Existem vários tipos de fraude alimentar conhecidos pelos especialistas…

  • Diluição – mistura de um ingrediente líquido de alto valor com um líquido de baixo valor. Essa é uma das mais comuns.
  • Substituição – substituir um ingrediente, ou parte do produto, de alto valor por outro ingrediente, ou parte do produto de menor valor.
  • Ocultação – ocultando a baixa qualidade dos ingredientes ou produtos alimentares.
  • Rotulagem incorreta – colocar uma alegação falsa na embalagem para ganho econômico.
  • Aprimoramento não aprovado – adição de materiais desconhecidos e não declarados a produtos alimentícios para aprimorar os atributos de qualidade. 
  • Falsificação – cópia do nome da marca, conceito da embalagem, receita, método de processamento, etc. de produtos alimentícios para ganho econômico.
  • Produção / roubo / desvio no mercado cinza – venda de produto não relatado em excesso.

Diferentes organizações internacionais estão trabalhando no desenvolvimento de métodos confiáveis ​​para análise de alimentos e determinação de fraudes.

Por isso, é muito importante que você descubra a verdade por trás de cada alimento falsificado que está dentro do seu armário. 

Azeite Falso

O seu azeite pode não ser o que o rótulo afirma: azeite 100% puro

Há uma boa chance de que a garrafa na prateleira da sua despensa tenha sido misturada com outros óleos. 

Sabe o que é pior? 

É que você pode ser alérgico a algum desses óleos que normalmente são misturados com azeite de oliva em um ato de fraude alimentar e pode ter uma reação severa a essa substituição sorrateira.

No Brasil, a fraude mais comum é a mistura do azeite de oliva com azeite lampante ou óleo de soja…

Em 2020, o Ministério da Agricultura (MAPA) comunicou sobre a suposta fraude de mais de nove marcas de azeite…

Os investigados misturavam o óleo, colocavam em garrafas e vendiam como se fosse um produto mais caro.

Justamente, por este motivo, hoje existe uma regulamentação que determina os padrões e métodos de análise de azeite pra saber se está sendo falsificado. (1)

Você também pode fazer o teste em casa pra saber se o seu azeite está adulterado…

Basta colocar uma pequena quantidade do azeite em um copo e deixar de um dia para o outro na geladeira…

Se tiver óleo na mistura, ele não vai solidificar, continuando líquido.

Se for azeite, ele solidifica parcialmente. 

Você também pode consultar a lista de produtos fraudados diretamente no site do MAPA

Iogurte

O iogurte conquistou um lugar no corredor da fama dos alimentos saudáveis ​​por ser um dos poucos alimentos naturalmente ricos em probióticos…

Mas nem todo iogurte é bom para você, e a variedade congelada não é tão diferente de um simples sorvete…

Além de ser rico em açúcar, também costuma ser produzido com ingredientes prejudiciais à saúde…

Iogurtes com sabor, especialmente aqueles voltados para crianças, tendem a ser carregados com açúcar extra.

Granola

Surpreso?

É pra estar mesmo… 

Passamos a maior parte do tempo achando que a granola é um alimento saudável em qualquer situação…

Na verdade, ela até que é… porém, você precisa comer apenas ¼ de xícara de granola por dia e provavelmente não é isso que acontece na maioria dos casos… 

Se você consome mais do que ¼ de xícara, você está dobrando ou triplicando a quantidade de açúcar, calorias e carboidratos e não obtendo fibras suficientes. 

Com isso, você pode estar colocando a sua saúde e a sua dieta em risco. 

Algumas pessoas também não podem comer granola todos os dias, pois ela é rica em carboidratos e também pode aumentar consideravelmente o nível de açúcar no sangue…

Sim, diabéticos precisam estar atentos ou ficar longes da granola.

Suco de Frutas

Oi? Como assim?

Uma pena ter que te dizer, mas sucos de frutas não são saudáveis. 

A maioria dos sucos de frutas que você encontra no supermercado não é realmente suco de frutas.

Às vezes, esses sucos não contêm nenhuma fruta real, apenas produtos químicos com gosto de fruta. 

O que você está bebendo é basicamente água e açúcar com o sabor da fruta.

Dito isso, mesmo se você estiver bebendo suco de frutas com 100% de qualidade, ainda não é a melhor escolha…

O suco de fruta pode até ter o gosto da fruta, mas a parte boa – suas fibras – são retiradas… 

Sendo assim, a principal coisa que resta da fruta real é o açúcar.

Na verdade, o suco de fruta contém uma quantidade semelhante de açúcar que uma bebida adoçada com açúcar, tipo refrigerante.

Bebidas Esportivas

Se você é um corredor de maratona ou se exercita por mais de duas horas por dia, pode precisar de uma bebida esportiva para repor os eletrólitos perdidos…

No entanto, a maioria das pessoas não precisa de sal ou açúcar líquido adicional em sua dieta.

Embora muitas vezes seja considerado “menos ruim” do que refrigerantes açucarados, não há realmente nenhuma diferença fundamental entre os dois…

Exceto que o teor de açúcar em bebidas esportivas às vezes é ligeiramente mais baixo.

A dica é que você se hidrate com água…

Assim, você saciará sua sede de maneira saudável, e também evitará um golpe desnecessário em sua carteira.

A Farsa do Mel 

Essa é de cair o queixo…

Nem mesmo o tão precioso mel escapou da lista de alimentos que não são o que realmente pensamos que são…

A verdade é que no momento, não há padrões que determinem o que realmente se qualifica como “mel”.

Estranho, não é mesmo? 

Por isso, alguns lugares podem vender mel diluído com adoçantes baratos, como xarope de milho rico em frutose, ou antibióticos ilegais e não sofrer nenhuma penalidade por nos enganar…

Produtores que realmente oferecem um “mel” puro estão denunciando e alertando os consumidores a tomarem cuidado…

Isso porque este é o alimento mais falsificado do mundo

E você precisa estar atendo ao seu revendedor, pois há uma enorme diferença entre consumir xarope de milho e consumir mel puro e não adulterado…

Se você tem o hábito de comprar mel em supermercado, precisa estar ciente de que na maioria das vezes ocorre um processo chamado pasteurização do mel.

Neste processo, muitos nutrientes benéficos encontrados no mel também são destruídos.

Então, se você quer saber se o mel que está na sua casa é puro ou fraudado, você também pode fazer um teste rápido em casa…

Simplesmente coloque uma colher do mel em um copo d’água…

Se assentar no fundo do recipiente, o mel é real. Por outro lado, o mel falso se dissolve facilmente na água com pouca ou nenhuma mistura.

Ainda ficou em dúvida? 

Pingue algumas gotas do mel em um pedaço de papel…

Se o mel for puro o papel não ficará encharcado, logo acontecerá o contrário caso o mel for falsificado.

Pão Integral é uma fraude

Talvez você não esteja preparado pra isso…

Eu também fiquei chateada ao saber que até mesmo o pãozinho integral poderia estar mentindo pra mim…

Este alimento é rodeado de mitos que lhe trouxeram a fama de ser “saudável”…

Mas, a verdade é que o pão integral pode não ser mais saudável que o pão branco.

A ideia de que o pão integral é melhor para você do que o pão branco é um conselho nutricional quase universalmente aceito por décadas…

Porém, agora esse princípio está sendo questionado por diversas pesquisas cientificas…

Algumas análises demonstram que não há nenhuma evidência real de que o pão de trigo integral seja intrinsecamente mais saudável do que o branco.

A principal diferença entre o pão branco e o pão integral é a maneira como o grão é transformado em farinha antes de assar…

Cada grão tem uma parte externa e uma interna…

A parte externa é o farelo e a parte interna do grão contém um germe e um endosperma… 

Para fazer a farinha branca, o endosperma é separado do farelo e do germe, moído e transformado em farinha… 

A farinha de trigo integral também contém o germe moído e o farelo, bem como o endosperma…

Por décadas, imaginamos que o pão integral fosse mais saudável porque o farelo e o germe contêm fibras e vitaminas que o endosperma sozinho não possui…

Mas, uma equipe de cientistas analisou 50 anos de estudo sobre o assunto e chegaram a conclusão de que digestão humana não decompõe o trigo inteiro como a análise química em um laboratório faz…

Isso significa que nossos corpos não absorvem realmente muitos dos vitaminas e minerais do pão integral.

Sendo assim, o pão de trigo integral e o pão branco têm basicamente o mesmo efeito no corpo de uma pessoa.

Nem tudo é uma grande farsa

Com certeza, você deve estar se perguntando…

Como ninguém me disse isso antes?”

A verdade é que a indústria e os supermercados lucram muito alto em cima de alguns desses alimentos…

Por isso, é sempre bor parar pra ler o rótulo de cada embalagem que está sendo colocada dentro do seu carrinho…

Dessa forma, você evita que seu bolso e o seu corpo sejam enganados. 

Mas, a verdade é que nem tudo é uma grande farsa…

Existem muitos alimentos bons e saudáveis sendo produzidos e consumidos hoje em dia… 

Você só precisa estar atento e buscando informação sobre suas escolhas.

Existem, alimentos, inclusive que pouquíssimas pessoas conhecem que podem fornecer todos os nutrientes que seu corpo precisa…

Um deles é a Chlorella, uma alga bilenar rica em nutrientes e que têm recebido a atenção de diversos cientistas por conta dos seus benefícios à saúde.

Por que a Chlorella é considerada um Superalimento?

A Chlorella é uma alga verde de água doce que existe há mais de 2,5 bilhões de anos…

É considerada um dos primeiros organismos vivos do mundo!

Nativa de Taiwan e Japão, é um alimento completo, rico em proteínas, minerais, vitaminas e fibras alimentares. 

Além disso, seus estudos recentes comprovam que ela pode aumentar a contagem de anticorpos, promover a perda de peso e combater o câncer e outras doenças.

Nos países asiáticos essa substância já é mais utilizada no dia a dia que a própria vitamina C…

Isso porque eles implementam a Chlorella como um alimento fundamental.

Todos que fazem uso da alga diariamente perceberam mudanças significativas na pressão arterial, glicemia de jejum, índice de massa corporal (IMC) e perfil lipídico…

Também puderam notar uma diminuição no risco de doenças cardiovasculares.

A surpresa que mais chama atenção para a alga é que ela possui mais clorofila que qualquer outra planta do planeta…

Dessa forma, ela pode facilmente ajuda a limpar o sangue, proteger o fígado, limpar o intestino e melhorar o sistema digestivo.

Uma das funções mais importantes da chlorella é sua capacidade de desintoxicar o corpo de substâncias nocivas, como pesticidas e metais pesados, tal qual mercúrio.

Na mesma linha de raciocínio, a chlorella também pode ajudar a controlar os níveis de açúcar no sangue, ajudando pessoas a controlar o diabetes. 

A alga é tão famosa nos países asiáticos que até mesmo astronautas passaram a utilizar em suas viagens…

Mas, nem tudo são flores…

É muito importante estar atento ao se alimentar da Chlorella…

Muitas empresas vendem espécies que não são reconhecidas ou não possuem estudos suficientes que comprovem suas verdadeiras funções…

A Chlorella vulgaris e Chlorella pyrenoidosa são as espécies mais usadas ​​em pesquisas e as únicas cientificamente comprovadas para consumo…

Se você ficou interessado em suplementar a sua dieta com este superalimento, recomendamos a Chlorella Premium da Nutri Life Caps…

Eles utilizam a espécie autorizada para consumação e a empresa também trabalha com o processo DYNO®-Mill que torna todos os nutrientes de Chlorella prontamente disponíveis.

O processo DYNO-Mill garante 90% de pulverização da parede celular de chlorella, o que melhora a sua digestibilidade e garante que você consuma o máximo da substância…

Esse método proprietário não utiliza calor, produtos químicos ou enzimas…

Isso também certifica que você consuma a Chlorella em sua forma mais pura e nutritiva com total absorvição.

Nem todos os alimentos podem ser o que prometem, mas a Chlorella é comprovadamente um que vale à pena inserir na dieta do seu dia.

Lembrando que o suplemento não possui contraindicação e os resultados em sua saúde são visíveis logo no início do consumo.

Conheça a Chlorella Premium aqui <<

NutriLife Caps
NutriLife Caps

Alcance o ápice da sua saúde através de nossos
SuperAlimentos Premiums

Facebook
Twitter
LinkedIn

11 respostas

  1. Muito bom saber disso! Não conhecia a chlorela e já vou pedir a minha! Sobre o azeite eu já vou fazer o teste aqui em casa kkk chocada

  2. NÃO SEI O QUE FAZER POIS TENHO DIABETES E NÃO SEI O QUE COMER NO CAFÉ DA MANHÃ, NO ALMOÇO E NO JANTAR! TEM COMO VOCÊS ME AJUDAREM ME DANDO UMA LISTA DE ALIMENTOS CERTOS?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.