Sabia que existem alimentos que deixam você ansioso

Sabia que existem alimentos que deixam você ansioso?

O que você vai ler neste post

Você sabia que existem alimentos que aumentam ansiedade? Na busca por novas formas de lidar com estresse, ansiedade e depressão, esses alimentos foram descobertos. Imaginar que uma refeição ou uma ida à lanchonete pode deixar alguém mais ansioso é estranho, mas se pensarmos que nosso cérebro funciona a partir de reações biológicas, as quais têm relação com os alimentos, tudo faz sentido.

Basta pensar nos remédios naturais, que envolvem chás e certos alimentos, como o maracujá, os quais servem para acalmar e trazer relaxamento.

Se existem alimentos com esse efeito, não é lógico que existam outros alimentos que aumentam ansiedade?

Felizmente, as pesquisas científicas já descobriram que alimentos são esses, e como podemos fazer para melhorar nossa alimentação.

Já é comprovado que uma alimentação saudável é vital para que tenhamos saúde física, mas, a saúde mental ganhou ênfase de um certo tempo para cá.

De fato, muitos sintomas físicos, que são inclusive relacionados à ansiedade, podem ser reduzidos ou totalmente eliminados com boa alimentação.

Portanto, conheça a seguir os principais alimentos que aumentam ansiedade e depressão, e quais são os alimentos e nutrientes que ajudam a combater isso e trazer mais saúde emocional e qualidade de vida!

O que são os alimentos que aumentam a ansiedade ou ajudam a aumentar?

Algo tão simples quanto comer, seja uma refeição em casa, ou em um restaurante entre amigos, pode piorar condições pré-existentes como a ansiedade. Muitas pessoas já perceberam que, nas semanas onde consomem mais alimentos processados do que comidas naturais, a ansiedade piora.

Isso acontece porque os alimentos naturais possuem uma quantidade de nutrientes muito maior do que os fast foods ou alimentos processados, ricos somente em açúcar, sódio e carboidratos refinados.

O que são os alimentos que aumentam a ansiedade ou ajudam a aumentar
Fonte/Reprodução: original

Alimentos “limpos”, como folhas, carnes, grãos, frutas, ovos, entre outros, possuem peso nutricional bem maior, portanto, são responsáveis pela manutenção de vários órgãos do corpo, o que inclui o intestino e o cérebro.

Existem alimentos que aumentam ansiedade de maneira direta e os que contribuem para que o organismo não se recupere tão rápido e prejudicam, de forma geral, a organização da rotina, do sono e do desempenho de atividades. Isso inclui atividades intelectuais ou físicas, como os estudos e a prática de esportes ou meditação.

Tipos de alimentos que causam ansiedade e depressão

Mas, antes de simplesmente mudar a dieta de maneira radical, vale a pena conhecer quais os alimentos que aumentam ansiedade e depressão. Talvez não seja necessário cortá-los, mas sim comer com frequência mínima e guardar os melhores momentos para as guloseimas.

Massas

Em geral, a quantidade de carboidratos nas massas, como pães, bolos e pizzas, é elevada. A concentração alta desse nutriente faz com que o organismo libere muita adrenalina e insulina, a fim de processar tanto carboidrato. O grande problema é que esses picos de adrenalina e insulina deixam o corpo e a mente em estado de alerta, o que gera ansiedade.

No outro lado do espectro, o carboidrato é processado rapidamente e, após uma concentração alta consumida nas massas, o que ocorre é baixa de energia e letargia bruscas que pioram sintomas da depressão.

Fast Food

Conhecidas por serem carregadas de açúcar, sal e fritura com gorduras saturadas, as comidas de fast food possuem um agravante: viciam. Tudo o que é viciante mostra-se extremamente nocivo para quem já lida com problemas de ansiedade e depressão, pois deixa a mente mais vulnerável aos seus sintomas e com maior dificuldade de recuperação.

Alimentos com gordura trans

Comprovado por cientistas, o fato é: a gordura trans está na lista dos piores alimentos que aumentam ansiedade e depressão. Todos os alimentos processados que compramos no mercado, como biscoitos e salgadinhos em pacote, são revestidos de gordura trans para ter mais textura e sabores agradáveis.

Alimentos com muito sódio

O problema do excesso de sódio, que é um composto do sal, é sua ação nociva, a qual afeta diretamente o sistema nervoso, o que causa piora nos sintomas da depressão e ansiedade.

Além do mais, esses são os alimentos que aumentam ansiedade porque também mexem com o sistema imunológico, o que pode causar fadiga excessiva.

Café

Consumido de forma adequada, o café não faz mal para o sistema nervoso. No entanto, já virou uma prática aceita para muitos beber café para manter a energia em nível desejado ao longo do dia.

O problema é que ao tomar café demais, um volume maior do que a média de cortisol é liberado no organismo.

Cortisol, bem como a adrenalina, é um dos hormônios secretados em momentos de estresse. Isso significa que consumir café em excesso é como simular uma situação estressante para seu próprio corpo.

Esse fator torna o café um dos alimentos que aumentam a ansiedade que mais devem ser evitados.

Refrigerantes

O refrigerante é ainda pior, pois soma um alto volume de cafeína a uma quantidade de açúcar que beira o absurdo.

Em outras palavras, os componentes que aumentam ansiedade são dobrados no refrigerante. O ideal é viver sem essas bebidas açucaradas, mas, se não for possível, diminuir a quantidade o máximo possível e não tomar todos os dias.

Álcool

Assim como o café e os refrigerantes, as bebidas alcoólicas são capazes de desequilibrar neurotransmissores, como a serotonina. Consumido em excesso, também pode diminuir a concentração e trazer inquietação.

Quais alimentos e nutrientes para ajudar contra a ansiedade?

Se, por um lado, existem alimentos que aumentam a ansiedade — e por isso devem ser evitados —, por outro, você pode se beneficiar muito de alimentos que, comprovadamente, fazem bem ao sistema nervoso e ao organismo de forma específica.

Quais alimentos e nutrientes para ajudar contra a ansiedade
Fonte/Reprodução: original

Esses alimentos são utilizados para aliviar e reduzir a ansiedade, a depressão, e os seus sintomas.

Alimentos com ômega 3

Alguns estudos já mostram que a falta de ômega 3 no organismo tem relação com ansiedade e depressão.

Ao invés de consumir alimentos que causam ansiedade, não deixe comer peixes de água profunda, abacate, sardinha, chia e linhaça. Ao incluir esses alimentos na rotina, é possível aumentar a quantidade de ômega 3.

Magnésio

Os alimentos ricos em magnésio, ou suplementos, estão relacionados com uma melhor atividade cerebral. As pesquisas ainda não são conclusivas, mas, de toda forma, os alimentos, como aveia, banana, espinafre e sementes de abóbora são muito saudáveis. Vale a pena incluí-los na dieta!

Vitaminas do Complexo B

As vitaminas do Complexo B, com ênfase no ácido fólico, vitamina B12 e B6, são responsáveis pelo aumento da serotonina.

Os vegetais verde-escuro, a banana e aveia contém muitas vitaminas B.

Triptofano

Além das vitaminas B, o triptofano também ajuda na produção de mais serotonina. Esse hormônio é essencial para melhorar o humor e diminuir a ansiedade. Logo, comidas naturais feitas com queijo, abacaxi, cacau e nozes estão entre os alimentos que combatem a ansiedade.

Fibras

Muitas pessoas que comem alimentos que aumentam a saciedade não ingerem alimentos com fibras e sentem vontade de comer constantemente.

Comer fibras promove saúde intestinal, além de saciedade, e só o fato de estar saciado já ajuda a mente a combater a ansiedade e a urgência por comer alimentos que pioram o quadro.

Probióticos

Já existem pesquisas que comprovam o quanto o desequilíbrio intestinal, ou disbiose, pode interferir de forma negativa na ansiedade. Com isso, o uso de probióticos pode ser uma verdadeira arma para prevenir ou sanar os sintomas de ansiedade.

Alimentos como kefir, iogurte natural ou kombucha são excelentes para recuperar o bom funcionamento da microbiota intestinal.

Agora que você já conhece os alimentos que aumentam ansiedade e depressão, bem como quais ajudam a combatê-las, é o momento ideal de largar as guloseimas, aos poucos, e introduzir de vez comida saudável à mesa e à vida!

Chegue no seu peso ideal naturalmente

Pequenas mudanças no sua alimentação podem fazer uma baita diferença no seu peso e saúde ao longo de 30 dias.

Por exemplo, adicionar alimentos ricos em triptofano, um precursor natural do hormônio do prazer, pode fazer você persistir numa dieta por mais tempo.

Essa é uma das táticas do clube saudável para fazer você emagrecer de forma natural.

Aperte abaixo para conhecer:

> QUERO EMAGRECER NATURALMENTE <

NutriLife Caps
NutriLife Caps

Alcance o ápice da sua saúde através de nossos
SuperAlimentos Premiums

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.