Insônia Quando Procurar Ajuda e como buscar um tratamento

Insônia Quando Procurar Ajuda e como buscar um tratamento

O que você vai ler neste post

Quem sofre desse verdadeiro mal sabe o quanto procurar ajuda para insônia pode ser o passo decisivo na conquista da saúde e da qualidade de vida. Não é à toa que as procuras para tratamento de insônia aumentam a cada dia. Dos tratamentos médicos tradicionais aos alternativos, todos prometem acabar com as noites mal-dormidas.

Se você já chegou no momento de procurar ajuda para insônia, provavelmente já convive com esse problema há algum tempo. O que começa com uma noite sem dormir, ou de pouco sono, pode evoluir para noites seguidas rapidamente. 

Isso não é à toa, pois a qualidade do sono é praticamente um reflexo da qualidade de vida quando estamos acordados.

Uma das causas da insônia está ligada ao simples fato de que nossa sociedade atual vive a própria rotina em um ritmo extremamente acelerado. Excesso de trabalho, somado a falta de exercícios físicos e, ainda por cima, alimentação inadequada apenas contribuem para que a falta de sono se perpetue. Sem contar os problemas emocionais que parecem tornar-se cada vez mais intensos. 

Boa parte dessas pessoas tem falta de sono relacionada com problemas emocionais e mentais, como a ansiedade, o estresse e a depressão. 

Saiba mais sobre o que está envolvido com a falta de sono e como procurar ajuda para falta de sono. Saiba tudo sobre como os médicos diagnosticam esse distúrbio e quais as consequências. Veja também se existe algum tratamento realmente eficaz para a insônia.

 

O que é insônia

Antes mesmo de falar sobre o tratamento para a falta de sono, é necessário buscar saber o que ela é. De fato, não ser capaz de ter um sono de qualidade é um dos sintomas, mas também uma forma muito reduzida de pensar sobre esse problema. 

O-que-e-insonia

A insônia é um dos mais conhecidos distúrbios do sono, mas engana-se quem pensa que esse problema se manifesta apenas ao dormir. 

Na verdade, a insônia começa antes do sono, pois vem da dificuldade de dormir em primeiro lugar. Ela também acontece quando o afetado pelo distúrbio acorda e não consegue retomar o sono. A falta de sono pode se apresentar de três formas.

  • Insônia intermitente
  • Insônia transiente
  • Insônia crônica

Na insônia intermitente, o sono não é afetado em uma base constante. Acontece apenas de vez em quando e com grandes intervalos entre os episódios. Já a transiente dura dias e pode se repetir durante semanas. Por sua vez, a insônia crônica é a mais grave, pois é quando os episódios ocorrem todas as noites, por mais de três semanas consecutivas.

Alguns problemas de saúde podem causar insônia, e nesse caso, ela não é a origem dos episódios de pouco ou nenhum sono, sendo chamada de insônia secundária. Seja qual for o tipo, procurar ajuda para insônia é vital para recuperar a saúde e o bem-estar.

Antes de procurar ajuda para insônia em médicos especializados, é importante verificar se a falta de sono é realmente um distúrbio, ou se foi apenas um episódio isolado. É importante também não cultivar a própria ansiedade sobre isso.

 

Sintomas

Ao procurar ajuda para insônia, é comum o paciente apresentar uma série de sintomas que identificam esse distúrbio. O tratamento para insônia, inclusive, busca o alívio dos sintomas o mais rápido possível, de modo que a qualidade de vida do afetado seja recuperada. 

Os sintomas mais clássicos da insônia, seja qual for o tipo, são a dificuldade para dar início ao sono, além da energia gasta para mantê-lo, na maioria das vezes com pouco sucesso. Isso leva a pessoa a acordar mais cedo do que planejou, ainda que vá dormir bem mais tarde do que o normal. Os horários para dormir não são ideias, simplesmente porque quem sofre de insônia não dorme com a mesma naturalidade de quem não sofre.

Ainda que passe um dia cansativo, de muitas atividades, e mesmo que deite, feche os olhos e tente relaxar, a pessoa não consegue atingir o estágio em que o corpo apenas entra no estágio do sono. Quando consegue, o sono é frágil, e se o indivíduo acordar terá muita dificuldade de voltar a dormir.

 

Existe tratamento para insônia

O tratamento para insônia é diferente dos tratamentos para as doenças mais comuns, pois implica em intenso envolvimento do paciente. É necessário entrar em uma completa mudança de rotina, por isso, o paciente deverá:

  • Evitar dormir a tarde ou fora do horário certo
  • Se cochilar durante o dia, não passar de 20 minutos
  • Manter o local de sono agradável, com mínima ou nenhuma luz e som
  • Evitar café e bebidas com cafeína, como chá-preto e Coca-Cola
  • Desconectar eletrônicos antes de dormir
  • Buscar exercícios de meditação e relaxamento, como a yoga
  • Praticar exercícios físicos para gasto de energia correto, mas nunca até 3 horas antes de deitar

Cada um desses hábitos está incluso no tratamento para insônia, que envolve a higiene do sono e a terapia cognitivo-comportamental. Medicações farmacológicas podem ser usadas, mas somente em casos extremos, onde todas as alternativas foram testadas com exaustão.

 

Diagnóstico

Se você sofre de alguns desses sintomas, e pior, se eles persistem, é hora de procurar ajuda para insônia. Busque um médico que irá diagnosticar esse problema e iniciar um tratamento ideal para você e sua rotina.

Ao procurar ajuda para a insônia, você notará que o diagnóstico é feito em relação tanto aos sintomas que se manifestam de noite quanto os que apresentam de dia, a duração, e o quanto esses sintomas se associam com problemas de estresse físico e psicológico. Procurar ajuda para insônia é o primeiro passo para a cura, e um médico avaliará:

  • Insatisfação com qualidade e quantidade de sono
  • Fadiga
  • Sono durante o dia
  • Baixa memória e concentração
  • Alteração de humor
  • Vida profissional ou estudantil prejudicada
  • Habilidade interpessoal prejudicada

Todos esses sintomas levam o afetado a procurar ajuda para insônia e costumam se manifestar ao menos três noites por semana em um período mínimo de três meses.

 

Consequências da insônia

Procurar ajuda para insônia quanto antes é essencial para evitar as consequências mais graves desse distúrbio. Entre as sequelas mais relacionadas estão a alteração do humor e a diminuição da qualidade no desempenho de tarefas diversas. 

Consequencias-da-insonia

Também existem consequências para o corpo. A insônia pode causar obesidade e diabetes, pois no período da noite a ansiedade por não conseguir dormir leva o insone a comer mais. Além disso, a falta de sono altera até mesmo o equilíbrio da insulina e ainda pode complicar condições cardiovasculares. 

Essas são as consequências no corpo a longo prazo, mas as mentais vão de estresse, à ansiedade e até mesmo à depressão. 

 

Tipos de tratamentos para insônia

Hoje em dia, procurar ajuda para insônia já não é mais tão complicado, principalmente por conta da abundância de formas de tratamento. Além das diversas abordagens comportamentais, existem alternativas por meio de produtos naturais. 

Suplementos como a Valeriana, o Magnésio e a vitamina B12 podem ser reais aliados em sua jornada para reconquistar o merecido sono.

O mais importante quando for procurar ajuda para insônia é compreender que o tratamento não deve ser pensado de forma isolada. Tudo o que foi mencionado até aqui deve ser posto em prática, pois os cuidados são multidisciplinares e requerem esforço, mas certamente irão gerar efeitos!

 

Veja mais produtos em nosso site Nutrilifecaps!

NutriLife Caps
NutriLife Caps

Alcance o ápice da sua saúde através de nossos
SuperAlimentos Premiums

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.