8 Passos Para Acabar com a Inflamação Crônica

8 Passos Para Acabar com a Inflamação Crônica

O que você vai ler neste post

Caro leitor,

O seu corpo está o tempo todo lutando contra coisas que prejudicam sua saúde, como, por exemplo, infecções, lesões e diversas toxinas…

Isso tudo com a principal intenção que é te curar.

Quando algum fator danifica suas células, o seu corpo começa a liberar algumas substâncias que dão origem ao que chamamos de resposta do sistema imunológico.

O mais normal é que essa resposta imunológica dure apenas algumas horas ou no máximo alguns poucos dias…

Mas, na inflamação crônica ela acaba persistindo, deixando seu corpo em estado de alerta constante.

Com o tempo, essa constante resposta do sistema imunológico causa um impacto negativo em todas as principais áreas do seu corpo…

É sempre bom lembrar que a inflamação crônica é um problema grave e silencioso.

Tão perigoso que pode causar câncer, derrame e até mesmo problemas cardiovasculares…

Por este motivo, é muito importante que você preste atenção aos sinais que seu corpo está dando pra poder evitar que o pior aconteça.

O que é a inflamação crônica e porquê você deve se preocupar com ela?

A inflamação faz parte do nosso mecanismo de defesa e desempenha um papel muito importante no processo de cura do corpo…

Quando o nosso corpo detecta um intruso, ele imediatamente lança uma resposta biológica capaz de remover esse invasor…

Até mesmo em situações onde nos machucamos ou nos ferimos, precisamos da inflamação pra recuperar esse ferimento…

É ela que faz o processo pelo qual o sistema imunológico reconhece e remove estímulos nocivos e estranhos iniciando o processo de cura.

O problema acontece quando essa inflamação é desproporcional ou quando ela dura mais tempo do que deveria

Quando isso ocorre, as inflamações comuns ganham o nome de inflamações crônica.

Hoje já sabemos que as doenças inflamatórias crônicas são a causa de morte mais significativa do mundo

Inclusive, a própria OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que a inflamação crônica é a maior ameaça à saúde humana.

No Brasil, milhões de pessoas são acometidas pelas doenças causadas por conta da falta de informação sobre o assunto…

No mundo, 3 entre 5 pessoas morrem devido a doenças inflamatórias crônicas como:

  • Derrame
  • Doenças respiratórias
  • Doenças cardíacas
  • Câncer
  • Diabetes
  • Obesidade

Sim! Sinto muito em te dizer isso, mas todas essas doenças são causadas por conta da inflamação crônica do seu organismo…

E o pior de tudo é saber que você poderia ter evitado!

Talvez agora você esteja se perguntando como detectar e evitar o problema antes que seja tarde demais…

Bom, você já deve ter percebido que após os 60 anos pouquíssimas são as pessoas que escapam das doenças que citamos acimas.

Se pararmos pra analisar, a verdade é que atualmente não precisamos nem chegar aos 50, 60 anos pra ser diagnosticado com algum problema de saúde crônico.

Jovens também estão entrando nessa lista…

Isso acontece porque os hábitos de rotina e de consumo alimentar estão mudando… e, infelizmente, pra pior.

Sem contar que também temos os fatores de riscos que promovem uma resposta inflamatória acima do normal.

Esses fatores de riscos incluem:

  • Idade: o aumento da idade está ligado a níveis mais elevados de inflamação.
  • Obesidade: o tecido adiposo é um órgão endócrino, secretando várias adipocinas e outros mediadores inflamatórios.
  • Dieta: uma dieta rica em gordura saturada, gorduras trans ou açúcar refinado está associada a maior produção de inflamações.
  • Tabagismo: o tabagismo está ligado à redução da produção de moléculas anti-inflamatórias e à indução de inflamação.
  • Estresse e insônia: o estresse físico e mental está altamente associado à liberação de citocinas inflamatórias.

Portanto, se você se encaixa em um ou mais dos fatores de risco, comece a prestar mais atenção no seu corpo.

Os sintomas mais comuns que podem identificar a inflamação crônica são:

  • Dor no corpo, artralgia, mialgia
  • Fadiga crônica e insônia
  • Depressão, ansiedade e transtornos do humor
  • Complicações gastrointestinais como constipação, diarreia e refluxo ácido
  • Ganho ou perda de peso
  • Infecções frequentes

 

Consegue reconhecer alguns desses sintomas em você atualmente?

Bom, se você percebeu um ou mais indícios de estar com o corpo sofrendo as consequências da inflamação crônica…

… Talvez seja o momento ideal de começar a reavaliar alguns hábitos e até mesmo inserir outros na sua rotina.

A inflamação crônica é silenciosa e grave

Por isso é fundamental que você saiba como agir caso esteja com os sintomas.

Toda inflamação desempenha um papel vital na cura, mas a inflamação crônica pode aumentar o risco de várias doenças graves, podendo inclusive levar a morte.

Sabendo disso, abaixo vamos litar algumas informações importantes que você precisa saber para acabar de vez com a inflamação.

 

A importância de dormir bem para reduzir a inflamação

Dormir é um importante aliando na luta contra a inflamação crônica…

Isso porque uma boa noite de sono auxilia o nosso sistema imunológico a funcionar corretamente…

Dessa forma, o nível de inflamação se estabiliza.

Para dormir melhor, é importante que você ajude seu corpo a desenvolver um padrão de sono consistente…

Ou seja: indo para a cama e levantando-se no mesmo horário todas as noites.

Isso vai treinar seu corpo para sentir sono e acordar sempre no mesmo horário…

Mesmo que você esteja lutando contra a inflamação e a dor, as rotinas do seu corpo o ajudarão a adormecer.

 

Corte grãos refinados e açúcar

Você pode controlar – e até mesmo reverter – a inflamação por meio de uma dieta e estilo de vida saudáveis e anti-inflamatórios.

Suas escolhas alimentares são tão importantes quanto os medicamentos farmacêuticos que você toma…

Por isso é muito importante que você corte grãos refinados e o açúcar da sua dieta.

Isso porque esses alimentos provocam um pico elevado nos níveis de açúcar no sangue, estimulando uma resposta inflamatória maior do que o normal.

Você também pode incluir frutas e vegetais frescos, além de uma alimentação rica em ômega-3.

Outros alimentos anti-inflamatórios incluem uvas, mirtilo, alho, azeite, chá e algumas especiarias (gengibre, alecrim e açafrão).

 

Cuide do seu intestino

Um estudo recente descobriu que um microbioma intestinal ruim pode promover a inflamação excessiva do corpo.

Caso você não saiba, o seu microbioma intestinal influencia diretamente no equilíbrio das respostas inflamatórias do seu sistema imunológico…

Quando seu intestino está desequilibrado, você pode ter uma série de problemas como:

  • doença cardíaca
  • doença inflamatória intestinal
  • lúpus eritematoso sistêmico
  • artrite reumatoide

Por isso, é muito importante que você mantenha a saúde do seu intestino em dia.

Um flora intestinal desequilibrada pode ter efeitos em todo o sistema do nosso corpo e contribuir para uma falha na saúde imunológica…

 

Gerencie o seu estresse e relaxe

O estresse crônico é um dos pilares que mais fortalecem a inflamação.

Por isso, é muito importante que você mantenha atividades diárias de relaxamento…

Você pode inserir atividades como ioga e meditação na sua rotina…

É muito importante que você tire momentos do dia para descansar a mente e fazer o que gosta.

Podemos não ser capazes de mudar muitas das situações estressantes que encontramos na vida, mas podemos mudar nossa resposta e percepção aprendendo a gerenciar melhor o estresse…

Usando essas medidas, em pouco tempo você irá perceber uma redução significativa na inflamação e no risco de doenças crônicas.

 

Leia os rótulos das embalagens

Em algum momento você já parou pra ler os rótulos das embalagens do que você consome?

É bem provável que você esteja consumindo uma quantidade absurda de produtos e ingredientes inflamatórios e nem sabe…

Corantes e conservantes podem fazer com que a vida útil do alimento seja maior e o visual mais atraente, porém o estrago causado na sua saúde não será nenhum pouco bonito…

Inflamações graves podem ser causadas pelo excesso desses alimentos.

Sabendo disso, é fundamental que você comece a prestar atenção aos rótulos e comece a selecionar o que vai entrar no seu organismo a partir de agora…

Isso, é claro, se você realmente se preocupa com o seu bem-estar.

 

Passeie com seu cachorro

É isso mesmo que você está lendo…

Passear com seu animal de estimação pode te trazer inúmeros benefícios, inclusive a redução da inflamação crônica.

Os benefícios incluem melhora do condicionamento cardiovascular, redução da pressão arterial, músculos e ossos mais fortes, diminuição do estresse e, consequentemente, redução da inflamação.

Incrível, né?

Seu pet também pode facilmente diminuir a probabilidade de que futuramente você tenha doenças cardíacas.

Isso acontece porque os donos de cães ou gatos tem a pressão arterial mais baixa do que as pessoas que não têm animais de estimação.

 

Aproveite para tomar mais Sol

Pessoas que não recebem luz solar suficiente podem ter o mecanismo de defesa das células alterados…

Isso favorece a inflamação excessiva, causando doenças auto-imunes.

Um pouco de luz solar pode reduzir o número de células ativadas que levam à inflamação e, portanto, o risco de contrair essas doenças.

Um estudo também provou que os raios UVA reduzem a pressão arterial, aumentando o fluxo sanguíneo e a frequência cardíaca…

Mas calma! Isso não quer dizer que você tenha que ficar no Sol o dia todo…

… muito pelo contrário…

Apenas 20 minutos por dia já é o suficiente para que você consiga colocar em ordem a vitamina D que seu corpo necessita.

Portanto, é sempre bom lembrar de sair todos os dias para tomar Sol com segurança.

 

Experimente os benefícios da Chlorella

Como você já sabe, a inflamação é resultado de uma resposta do sistema imunológico que pode facilmente se tornar crônica.

O uso da Chlorella pode ajudar significativamente a reduzir os níveis inflamatórios (0).

Como isso é possível? Simples…

A Chlorella é uma alga marinha que possui a maior fonte de clorofila do planeta, ajudando a combater e prevenir diversas doenças, incluindo as crônicas. (1)

Além da clorofila, a Chlorella possui diversos componentes, incluindo antioxidantes, vitamina C, beta-caroteno, licopeno e luteína que podem ajudar a reduzir drasticamente a inflamação

O uso diário desse suplemento diminui a taxa de toxinas do corpo e melhora o funcionamento do sistema imunológico.

A inflamação pode e vai arruinar a sua saúde se você não resolver de uma vez por todas mudar sua rotina e seus hábitos…

Ao inserir a suplementação com Chlorella na sua dieta, podemos afirmar que você estará auxiliando o seu organismo num DETOX natural…

Adicionando uma pequena dose da Chlorella no seu dia a dia você está recebendo todos os benefícios que seu corpo precisa para eliminar a inflamação crônica do seu organismo…

✓ Pressão e colesterol normalizados

✓ Glicose controlada

✓ Aumento da energia para atividades diárias

✓ Aumento da libido

✓ Sono estabilizado

✓ Perda de peso

✓ Redução da Inflamação Crônica

Quando você reduz a inflamação crônica, você está automaticamente evitando diversas doenças como câncer, alzheimer, diabetes, pulmonares e cardiovasculares de se manifestarem (2).

Tudo isso cientificamente comprovado…

Um estudo humano também mostrou que os suplementos de chlorella aumentaram os níveis de antioxidantes em fumantes crônicos de cigarros, uma população com maior risco de danos oxidativos.

Tente encontrar suplementos de chlorella de uma marca de suplemento em que você confia e que possui a dosagem correta para consumo.

Nós recomendamos a Chlorella Premium da Nutri Life Caps.

Veja também nosso post sobre a Chlorella e Seus Benefícios

NutriLife Caps
NutriLife Caps

Alcance o ápice da sua saúde através de nossos
SuperAlimentos Premiums

Facebook
Twitter
LinkedIn

19 respostas

  1. Vocês nós mostram um remédio maravilhoso.Mais como vou saber se o que eu estou tomando é verdadeiramente e a chorella verdadeira.E também a questão do preço. Muita gente sem dinheiro como eu o que faço.

  2. Boa noite
    Gostaria de uma informação sobre tomar Chlorella pq estou tomando Spirulina Premium, multivitaminico mulher, ômega 3 e Pure Slim,estou me sentindo outra pessoa.
    Então será que posso tomar Chlorella junto com todos esses suplementos??Se puder me responder, agradeço.
    Obrigada

  3. Boa tarde Eu não sou gordA continuo c os sintomas de menopausa calores um pouco de tonteira dores mo corpo Gostaria de usar Clorella acabei de completar Setenta anos .Por incrível que pareça não me sinto c essa idade minha Filha e minha Neta precisam Conhecer Clorella

  4. Eu tomo somalgim CARDIO 200 pois tive trombose endovenosa profunda. A chlorella interfere na coagulação sanguínea? De que maneira?
    Agradeço muito se me responderem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.